Memorial Fotográfico | 25º Aniversário

16:58

Olá!

Chegaram os meus vinte e cinco anos de idade!  Honestamente, eu não tenho a menor ideia se os vinte e cinco são a idade da sabedoria, do conhecimento ou da aceitação. Sei que ainda tenho muito para viver e muito mais para aprender. Tudo o que acontece diariamente contribui para a nossa construção e transformação pessoal. A data de aniversário é um marco de tudo o que vamos aprendendo, e por isso deve ser comemorada.
Não há como fazer anos sem se refletir sobre nós e sobre o percurso da nossa vida. 
Surge, então, na minha mente um pequeno filme com todos os maravilhosos momentos tão especiais e únicos que dá uma nostalgia. É claro que ao longo destes vinte e cinco anos também existiram momentos de perda e tristeza, mas, esses, guardo-os como uma aprendizagem de que a vida deve ser valorizada e que cada dia é uma vitória. É difícil definir os momentos que foram mais marcantes, os quais me transformaram no que eu sou hoje. Foram as opções, os caminhos, os momentos, as situações, os obstáculos, as conquistas, as pessoas que me construíram, ensinaram e transformaram. São as vivências da vida que me fazem viver desta determinada forma. Certamente que estou e estarei, em constante evolução. Todos os dias o rascunho da vida é alterado e a cada dia uma nova página é escrita e anexada à história sem que eu própria saiba o final da mesma. Tenho planos e sonhos tal como todas as pessoas. Se há sonhos que mudam com a direção do vento, outros perdem a força e caem no esquecimento com tempo e já outros ficam cada vez mais fortes e reais. Aos vinte e cinco anos de idade já tenho algumas certezas na vida. Apesar dessas certezas, também tenho dúvidas que existem e sempre irão existir, porém fico feliz com as minhas quase certezas. Já tenho resistência para ver o tempo mudar, para aguentar a tormenta e saber que tudo passa – o tempo é realmente um eficaz atenuante da dor. Tudo sempre passa, qualquer tipo de sofrimento é acalentado uma hora ou outra. Ao longo destes vinte e cinco anos de idade aprendi a aceitar o mundo tal como ele é e a conhecer antes de julgar – esta foi uma das maiores lições que aprendi há cerca de dez anos. Aprendi, sobretudo, que a minha família estará sempre ao meu lado, em qualquer situação. 
Não me podia esquecer dos companheiros de caminhada (colegas) e dos companheiros de sempre (amigos). Uma aprendizagem valiosa destes vinte e cinco anos é que os momentos mais importantes devem ser partilhados com as pessoas certas e especiais. Hoje a seleção de pessoas é grande, são poucos os que conquistam a minha confiança e o espaço no meu coração. São poucos, sim. Mas são bons.
Os meus vinte e cinco anos trouxeram-me uma festa de aniversário surpresa, um dia maravilhoso e mimos encantadores. Seguem-se algumas fotos do dia em que completei um quarto de século e, também, alguns dos presentes recebidos.
Aquilo que mais desejo é que venham mais sorrisos, mais abraços, mais felicidade e que eu nunca perca esta minha tão forte mania de acreditar e sonhar!
Só quero mesmo é ser feliz junto dos que mais amo e que nunca me largam a mão!
Que a vida me continue a encantar e surpreender positivamente. Que cada momento seja fundamental para a minha evolução como ser humano. E que o amor e a fé nunca faltem. Que o meu coração se encha de luz e de mimo para brindar à felicidade.
Bem-vindos vinte cinco!



0 Comentários

Facebook

Instagram

YouTube